ZAPPIANDO

Há 20 anos ia ao ar o último capítulo de “Meu Bem Meu Mal“, no horário nobre global. A novela de Cassiano Gabus Mendes, escrita com Maria Adelaide Amaral e Djair Cardoso, tinha enredos de um bom folhetim, como o próprio autor admitia.

O derradeiro capítulo 173 trazia os desfechos da história que colocava em cheque as diferenças entre as classes sociais e uma rede de intrigas que geravam amor e ódio.

A empresária Isadora Venturini (Sílvia Pfeiffer) termina sozinha, numa cena que marca bem esta solidão: já de noite, ela deixa o escritório da Venturini Designerse segue para casa, na cena final.

Seus filhos, Victória (Lizandra Souto) e Marco Antônio (Fábio Assunção), têm finais felizes ao lado dos amores que encontraram no subúrbio.

Fernanda (Lídia Brondi) e Doca (Cássio Gabus Mendes), depois de trocarem farpas durante toda a trama, se entendem e se apaixonam.

E o mordomo Porfírio (Guilherme Karan) enfim consegue conquistar a sua “Divina Magda” (Vera Zimermann). Ricardo Miranda (José Mayer) fica com Patrícia (Adriana Esteves), a moça que se aproximou dele por vingança, mas acabou se apaixonando.

A novela marcou a estreia dos atores Fábio Assunção e Milla Christie,  e foi  a última de Lídia Brondi, que encerrou sua carreira como atriz. Lidia se casou com seu par romântico, Cássio Gabus Mendes, e vivem juntos até hoje.

Foi também a primeira de Sílvia Pffeiffer, muito criticada por sua atuação. Antes ela havia feito a minissérie “Boca do Lixo”.

Os atores Zilda Cardoso e Jorge Dória garantiam muito humor à trama com seus personagens Dona Elza e Seu Emílio. Ela inclusive estava na antológica cena em que Dom Lázaro Venturini (Lima Duarte), está entrevado numa cama após um derrame, e volta a falar pedindo melão. Cena esta que originou o nome do Blog do meu amigo Vitor Santos, o “Eu Prefiro Melão“.

A novela foi reprisada no Vale a Pena Ver De Novo entre 12 de agosto e 22 de novembro de 1996. Neste ano também completa, portanto, 15 anos de sua reprise.

Foto e Vídeos: Divulgação / Youtube

Siga o Zappiando no twitter.com/Blog_Zappiando

Anúncios

Comentários em: "RECORDANDO: 20 ANOS DO ÚLTIMO CAPÍTULO DE “MEU BEM MEU MAL”" (5)

  1. Walter de Azevedo disse:

    Delícia de novela com todos os ganchos folhetinescos que o público tanto gosta! As histórias de Cassiano Gabus Mendes eram sempre muito boas, mesmo com tramas simples.

  2. Excelente texto sobre uma ótima novela, bem folhetinesca. Adorei ser citado. Realmente, só conhece a origem do “eu prefiro melão” quem é telemaníaco de carteirinha. Abração, Paulinho! Parabéns.

  3. Eduardo disse:

    Meu Bem Meu Mal é folhetim ao extremo. Mas tem aquele charme que só o Cassiano conseguia imprimir às novelas. Uma das minhas preferidas para todo o sempre! Parabéns pelo texto, Paulinho!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: