ZAPPIANDO

Posts marcados ‘aguinaldo silva’

OS 10 ANOS DO FINAL DE “ROQUE SANTEIRO” NO VALE A PENA VER DE NOVO

Há 10 anos a novela “Roque Santeiro” se despedia do Vale a Pena Ver De Novo. Muitos telespectadores, como eu, assistiu a novela pela primeira vez nesta reprise na sessão.

“Roque Santeiro” entrou em cartaz em dezembro de 2000 como uma homenagem pelos 50 anos da Televisão Brasileira e pelos 35 anos da Rede Globo, 15 anos depois de sua exibição original.

Apesar da novela de Dias Gomes e Aguinaldo Silva ser a de maior audiência de toda a história da Teledramaturgia brasileira, a sua reprise não foi tão bem-sucedida, tendo média geral de 15 pontos. De modo particular, posso dizer que eu era telespectador assíduo da novela. Foi através desta súbita reprise, que pude conhecer famosos personagens como a Viuva Porcina, Sinhozinho Malta, Beato Salu, Zé das Medalhas, Dona Pombinha Abelha, Seu Flor, Matilde, Professor Astromar, Dona Mocinha, Padre Hipólito, entre outros. E me deliciei com a história dos moradores de Asa Branca, a cidade que não estava no mapa, conforme era dito nas chamadas.

Veja a cena final da novela:

 

Esta havia sido a 2ª reprise na novela. A primeira foi entre julho de 1991 e janeiro de 1992, no final da tarde.

Agora, quase 26 anos após a sua a exibição original e 10 anos após sua última reprise, “Roque Santeiro” volta ao ar no Canal VIVA, substituindo “Vale Tudo”, a partir de julho.

Veja o vídeo com a abertura:

 

Vídeos: Youtube

Siga o Zappiando no twitter.com/Blog_Zappiando. Curta a nossa página no Facebook.

Anúncios

2011 O ANO DE LILIA CABRAL

*Pelo Convidado Rodrigo Ferraz

Lilia Cabral já teve anos emblemáticos. 2006 por exemplo, foi um deles! Viveu a Marta, que foi um divisor de águas em sua carreira, na novela Páginas da Vida, e estrelou a bem sucedida peça Divã. E graças a ela Lilia Cabral tem tudo pra mostrar muito a que veio, agora em 2011!

Confesso que escolhi falar um pouco dela por ser minha atriz favorita. Mas, num ano que a mesma aparece na reprise do seu primeiro papel de destaque, estrela seriado e peça e pela primeira vez será protagonista numa novela – das oito ainda por cima –  não tinha como não falar!!!

Ela está em cartaz no Teatro dos 4,  no Rio de Janeiro, vivendo a protagonista solteirona de “Maria do Caritó”, em parceria com amigos de faculdade como Fernando Neves e Silvia Poggeti e contracenando com Leopoldo Pacheco numa dobradinha que deve ser divina. Digo deve,  porque não pude ver ainda. O texto é do brilhante Newton Moreno e a direção é de João Fonseca. A cariocada não pode perder!

Em “Amor?”, filme de João Jardim, ela vive uma mulher que tem um relacionamento autodestrutivo.

Será que eu consigo fazer isso?” Foi o que a atriz se perguntou ao receber o convite.

Na TV, ela já estava no ar desde o ano passado como a memóravel Aldeíde, na reprise da novela “Vale Tudo”, no Canal VIVA. Aldeíde é uma mulher bonita, que começa como uma mera secretária inteligente e faladeira, mas acaba se casando com um homem mais velho, que deixa para ela uma grande fortuna após sua morte.  E tendo cenas marcantes fatalmente este ia ser seu primeiro grande papel na TV.

Abaixo uma cena dela contracenando com Reginaldo Faria numa cena que todos que viram em 1988 não esquecem até hoje!

No seriado “Divã”, que estreou dia 5 de abril,  ela revive Mercedes, papel que arrematou bilheterias no teatro e deu quase 2 milhões de espectadores no cinema. Para quem já conhecia a personagem foi um deleite e para os quem ainda não conhecia, certamente foi um imenso prazer!

Nos dois primeiros episódios vemos Lilia linda e intensa em cena. Mesmo sendo uma comédia dramática é perceptível que Lilia está mais imersa, fazendo dobradinhas marcantes, ora com Totia Meireles, ora com Patricia Pillar, e ainda com o novato e promissor galã cinqüentão: Domingos Montagner.

Veja abaixo a abertura do seriado.

De inédito mesmo vamos ter em agosto, a protagonista citada no começo do artigo. Griselda é seu incomum nome. É a volta de Lilia Cabral a um texto de Aguinaldo Silva, algo que não acontecia desde “Pedra sobre Pedra”, em 1992.

Griselda é uma mulher que faz de tudo para sustentar os quatro filhos, uma “Marido de Aluguel”, como era o titulo provisório da novela que agora se chamará “Fina Estampa”. Aguinaldo, por sua vez, prometara que esta sera a mais popular de suas personagens. Com a atriz eu não duvido nada. E ainda teremos, batendo de frente com Lilia, Christiane Torloni! Promete ou não promete?!

Agora, venhamos e convenhamos, 2011 vai ou não vai ser o ano de Lilia Cabral??!

*Rodrigo Ferraz, o Dog, como é conhecido, é nascido e criado em São Paulo, onde mora até hoje. Ele é o “amigo dos artistas”, pois se refere a todos com carinho e intimidade, e não se inibe em abordá-los quando os encontra na rua ou nos bastidores. Iniciou os estudos em Teatro, na Escola Nilton Travesso,  e hoje atua como assistente de direção. Recentemente estava em cartaz com a bem-sucedida peça “Lixo e Purpurina”, no SESC  Pompeia. Gosta tanto de Televisão, que chega a ser um “nerd”…rs. E também, tem um jeito todo particular de falar de seus atores e atrizes favoritos, como se pode perceber no texto.

 Fotos e Vídeos: Divulgação/Youtube

@diniz_paulinho

As boas da semana!

Drica fará participação em Ti Ti Ti.

Duas boas notícias nos bastidores da TV nesta semana. Uma delas é a participação da atriz Drica Moraes em Ti Ti Ti. Drica teve leucemia no ano passado, passou por tratamento e por um bem-sucedido transplante de medula óssea. Por conta da doença, a atriz teve sua convivência restrita, para não ter risco de alguma infecção devido à baixa imunidade.

Drica fará uma participação no folhetim das sete como a animada fisioterapeuta Teresa Batalha, que chegará para cuidar de Pedro (Marco Pigossi), depois de o rapaz sofrer um acidente. A personagem será também uma ex-cantora de rock, integrante da banda que Jaqueline (Cláudia Raia) teve na juventude, a B.O. – Boletim de Ocorrência. Com Drica Moraes e Cláudia Raia juntas é garantia de bom humor.

Lilia Cabral será a próxima Helena de Maneco.

Outra notícia, que não é bem desta semana, é que Lilia Cabral será a próxima Helena de Manoel Carlos. O autor convidou a atriz, que já atuou em vários de seus trabalhos, para ser protagonista de sua última novela, que está prevista para ir ao ar em 2014.

Lilia atualmente grava o seriado Divã, que estreia em abril, e também será a protagonista da próxima novela da nove, Fina Estampa, de Aguinaldo Silva, que deve estrear em agosto. Apesar de já ter vividos várias personagens fortes e de destaque, Griselda, de Fina Estampa, será a primeira protagonista de Lilia.

 

Fotos: Revista Contigo / Divulgação

@diniz_paulinho

 

Porto dos Milagres: há 10 anos estreava no horário nobre

Com livre adaptação das obras Mar Morto e A Descoberta da América pelos Turcos, de Jorge Amado, a novela de Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares retratava a sede pelo poder e o conflito entre classes.

Na cidade fictícia e de nome homônimo, localizada no interior da Bahia, se passava a história que tinha o culto ao Candomblé e à Iemanjá como pano de fundo.

Adma envenenava através de um anel.

Sinopse – Adma (Cássia Kiss) e Félix (Antonio Fagundes) são dois golpistas, que chegam a Porto dos Milagres foragidos, onde descobrem que Bartolomeu, o irmão gêmeo de Félix, é o homem mais poderoso da cidade. Com o consentimento do marido, Adma envenena Bartolomeu e conta com a ajuda de seu capataz Eriberto (José de Abreu) para dar fim na vida da prostituta Arlete (Letícia Sabatella) e na de seu recém-nascido filho, também filho de Bartolomeu.

Félix Guerreiro nas duas fases.

O que Adma não contava era que Arlete soltaria a criança numa cesta em alto mar e por proteção de Iemanjá a criança sobreviveria, se tornando um pescador líder de seu povo, Guma (Marcos Palmeira).

O casal protagonista Lívia e Guma.

Guma se apaixona por Lívia (Flávia Alessandra), sobrinha de Augusta Eugênia (Arlete Salles), uma das mulheres mais influentes da cidade.

Outra personagem de destaque é Rosa Palmeirão (Luiza Tomé), irmã de Arlete. Na primeira fase, Rosa é noiva de Otacílio (Eduardo Galvão) e é condenada a 20 anos de prisão por matar o homem que abusou de sua irmã mais nova, Cecília (Luisa Curvo). Anos depois, ela retorna à cidade, onde se torna dona de um bordel.

Rosa Palmeirão era dona de um bordel.

Rosa se apaixona e se envolve com Félix, sem saber de seu envolvimento no desaparecimento do sobrinho. No último capítulo, ela o mata com uma facada em sua posse para governador.

Zezé Polessa viveu a perua Amapola, esposa de Otacílio, que ao lado de seu fiel mordomo garantiu cenas divertidas à trama. Assim, como as irmãs Genésia (Júlia Lemmertz) e Socorrinho (Mônica Carvalho).

A beata Genésia se rende ao amor por Ezequiel.

Curiosidades – Até o momento, Porto dos Milagres foi a última novela passada inteiramente no nordeste e que usou  do realismo fantástico de forma bem-sucedida. Também a última das inúmeras parcerias entre os autores Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares.

Flávia Alessandra vivia a segunda de suas três personagens com nome de Lívia.

A personagem Adma (Cássia Kiss) matou vários outros personagens envenenados. Ela sempre guardava o veneno em um anel antes de despejá-lo em uma bebida. Na época, a atriz comentou que a personagem era carregada de más energias e que tomava banhos de descarrego quando chegava em casa.

Primeira novela do ator Valdimir Brichta.

 

Fotos: Divulgação

@diniz_paulinho

 

Nuvem de tags