ZAPPIANDO

Posts marcados ‘canal viva’

OS 10 ANOS DO FINAL DE “ROQUE SANTEIRO” NO VALE A PENA VER DE NOVO

Há 10 anos a novela “Roque Santeiro” se despedia do Vale a Pena Ver De Novo. Muitos telespectadores, como eu, assistiu a novela pela primeira vez nesta reprise na sessão.

“Roque Santeiro” entrou em cartaz em dezembro de 2000 como uma homenagem pelos 50 anos da Televisão Brasileira e pelos 35 anos da Rede Globo, 15 anos depois de sua exibição original.

Apesar da novela de Dias Gomes e Aguinaldo Silva ser a de maior audiência de toda a história da Teledramaturgia brasileira, a sua reprise não foi tão bem-sucedida, tendo média geral de 15 pontos. De modo particular, posso dizer que eu era telespectador assíduo da novela. Foi através desta súbita reprise, que pude conhecer famosos personagens como a Viuva Porcina, Sinhozinho Malta, Beato Salu, Zé das Medalhas, Dona Pombinha Abelha, Seu Flor, Matilde, Professor Astromar, Dona Mocinha, Padre Hipólito, entre outros. E me deliciei com a história dos moradores de Asa Branca, a cidade que não estava no mapa, conforme era dito nas chamadas.

Veja a cena final da novela:

 

Esta havia sido a 2ª reprise na novela. A primeira foi entre julho de 1991 e janeiro de 1992, no final da tarde.

Agora, quase 26 anos após a sua a exibição original e 10 anos após sua última reprise, “Roque Santeiro” volta ao ar no Canal VIVA, substituindo “Vale Tudo”, a partir de julho.

Veja o vídeo com a abertura:

 

Vídeos: Youtube

Siga o Zappiando no twitter.com/Blog_Zappiando. Curta a nossa página no Facebook.

CANAL VIVA – 1 ANO: A OPORTUNIDADE DE MATAR SAUDADES

Nesta semana o Canal Viva está comemorando o seu primeiro aniversário.

O Canal é dedicado à reprises de novelas, minisséries, programas e seriados antigos da TV Globo, e alguns da atual programação, como: Estrelas, Mais Você, Vídeo Show e Caldeirão do Huck.

Em 1 ano, o Viva tem um sucesso consolidado e está entre os mais vistos da TV Paga. Além de seus programas serem bem comentados no Twitter durante suas exibições, alcançando às vezes o Trending Topics – o ranking do microblog. Sem contar os personagens de suas novelas em reprise que também ganham perfis na rede social, como é o caso do personagens de “Vale Tudo”, seu maior sucesso. Perfis como: @mordomoeugenio, @tiacelina @helenaroitman e @raquelvaletudo estão sempre comentando a novela.

Hoje o Canal é querido não só pelos telemaníacos como também pelos demais telespectadores que às vezes sem uma boa opção nos programas atuais optam por ver os antigos exibidos pelo Canal. Já ouvi várias pessoas comentando que assistiram um programa ou outro.

E para os noveleiros de plantão, que sonhavam com reprises de novelas antigas no Vale a Pena Ver De Novo e até tinham desistido de algumas, o Viva se tornou a ‘salvação da lavoura’.

Veja abaixo a lista das novelas e minisséries que estão no ar:

Vale Tudo

Malhação 2000

O Rei do Gado

Vamp

A Muralha

Anos Dourados

E as que já foram reprisadas:

Malhação Múltipla Escolha

Quatro Por Quatro

Por Amor

A Casa das Sete Mulheres

Memorial de Maria Moura

Hilda Furacão

Engraçadinha

Desejo

Chiquinha Gonzaga

Dona Flor e Seus Dois Maridos

Sex Appeal

Veja o vídeo com a estreia do Canal VIVA, dia 18 de agosto de 2010.

Foto e Vídeo: Divulgação / Youtube

15 ANOS DE SAI DE BAIXO

Há 15 anos era dia de estreia na Rede Globo e o humorístico “Sai de Baixo” fazia parte do pacote da emissora para o ano de 1996.

O programa que retratava o dia a dia de uma tumultuada família, trazia em seu elenco original Miguel Falabella, Marisa Orth, Cláudia Jimenez, Aracy Ballabanian, Luís Gustavo e Tom Cavalcante. E em cada episódio contava com uma participação especial.

Ao longo dos seis anos em que foi exibido, o programa foi gravado no Teatro Procópio Ferreira, em São Paulo, sempre com plateia. As gravações aconteciam às terças e quartas-feiras, em duas sessões, e eram ensaiadas às 13h do mesmo dia. Cada episódio era gravado duas vezes e na edição final eram juntadas cenas das duas gravações. Havia muito improviso dos atores. E as cenas mais engraçadas e erros de gravações iam ao ar no final de cada episódio, enquanto subiam os créditos finais.

Destes anos todos, apenas um episódio foi apresentado ao vivo, em 1998, abrindo a terceira temporada. Intitulado “Toma que o Filme é teu”, o programa foi tratado como festa de gala pela emissora, e ainda, contava com uma plateia vip.

Cláudia Jimenez deixou o elenco no final da primeira temporada, por desentendimentos de bastidores. Os outros cinco permaneceram, mas vários outros atores passaram a compor o elenco fixo nas temporadas seguintes, como: Márcia Cabrita, Cláudia Rodrigues, Luis Carlos Tourinho e Ary Fontoura.

“Sai de baixo” chegou ao fim por um desgaste do formato. Seu último episódio foi gravado em dezembro de 2001, sendo levado ao ar em 31 de março de 2002, exatos seis anos após a estreia.

Atualmente é reprisado pelo Canal VIVA.

O elenco original do programa.

Sinopse – Vavá (Luis Gustavo) acolhe em sua casa a irmã, Cassandra (Aracy Ballabanian), que passa por dificuldades financeiras. Junto com ela, vem a filha, Magda (Marisa Orth), e o genro, Caco (Miguel Falabella). Mas, nenhum deles se preocupa em trabalhar e muito menos ajudar com as despesas. Com isso, Vavá, junto com sua empregada, Edileusa (Cláudia Jimenez), e o namorado dela, o porteiro Ribamar (Tom Cavalcante), fazem de tudo para fazer da vida dos hóspedes um inferno. Mas, ainda tem que conviver com as armações de Caco.

Números – Ao longo dos seis anos, foram ao ar 241 episódios do programa, em 7 temporadas. Cerca de 500 mil pessoas assistiram da plateia, dentre elas vários famosos, que eram presenças constantes na gravação. No elenco passaram 12 atores, nas 7 temporadas.

Audiência – O primeiro episódio marcou 26 pontos no IBOPE, empatando com o SBT, que exibia o programa “Topa Tudo por Dinheiro”. A audiência aumentou ao longo da temporada.

Com a saída de Cláudia Jimenez, o programa perdeu um pouco de audiência, em sua segunda temporada. A volta ao auge aconteceria na estreia da terceira temporada, com o episódio ao vivo, registrando 40 pontos, com picos de 45.

Em 2000, o humorístico foi impulsionado pela 1ª edição do reality-show “No Limite”. O reality chegou a picos de 50 pontos e “Sai de Baixo” aumentou sua média de 20 para 29, voltando a cair após o final de “No Limite”, encerrando o ano com média de 24 pontos.

A sétima temporada estreou em dezembro de 2001, competindo com o fenômeno “Casa do Artistas”, do SBT, e chegou a marcar 12 pontos. Seu último episódio foi ao ar após a semifinal da 1ª edição do “Big Brother Brasil”, com média de 19 pontos.

Veja abaixo as duas primeiras partes do 1º Episódio, que foi ao ar em 1996.

 

Fotos e Vídeos: Divulgação/YouTube

@diniz_paulinho

 

 

 

Nuvem de tags