ZAPPIANDO

Posts marcados ‘ética’

Bispos Católicos divulgam nota sobre ética e programas de TV

Um conselho de bispos da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) divulgou uma nota manifestando-se sobre o “baixo nível moral que se verifica em alguns programas das emissoras de televisão”.

A nota cita principalmente os realities shows “que têm o lucro como seu principal objetivo”.

Os bispos ainda lamentam que “serviços prestados com apurada qualidade técnica e inegável valor cultural e moral’ sejam ‘ofuscados’ por programas como os reality show.”

A nota se dirige tanto às TVs quanto ao Ministério Público, e ainda, aos pais, mães, educadores, anunciantes e publicitários, apontando cada um desses atores a refletir sobre sua responsabilidade em relação à qualidade dos programas na televisão.

Para eles, os “shows de realidade” atentam contra a dignidade humana, tanto para os participantes quanto aos telespectadores receptores.

Clique e veja a nota na íntegra:  Nota da CNBB sobre Ética e Programas de TV

Falando Nisso: Acompanhando a atual novela das 21 horas, da Rede Globo, Insensato Coração, podemos perceber repetidas cenas fortes, de barracos e mais barracos, o que rendeu até reportagem no Jornal Folha de São Paulo intitulada “Insensato Barracão”, a qual revelou que em média a novela apresentava 1,5 barraco por capítulo. Acredito que até aí, tudo bem!

Porém, desde o capítulo dessa quarta-feira (16), comecei a me sentir incomodado com algumas sequências e núcleo, que julgo desnecessário. Ainda não entendi o que o núcleo do Horácio Cortez (Herson Capri) veio a acrescentar na história. O cara trai a mulher com a amiga da filha, que o acoberta, e a mulher sabe, mas finge que não vê e por fim, vivem aparentemente como uma família feliz.  Não sei o desenrolar desta trama, mas terá que ser bem convincente para justificar esta inserção, já prevista.

No capítulo de quinta (17), em menos de duas cenas, o cara chegava, jogava meia dúzia de palavras para a menina que ele estava conhecendo naquele momento, e em seguida, já estavam em “cenas quentes”.

Não quero ser piegas, muito menos moralista, mas, acho que nem tudo seja necessário e aproveitável para uma história ficcional.

@diniz_paulinho

 

 

Nuvem de tags