ZAPPIANDO

Posts marcados ‘tv globo’

O Clone: Globo aposta em grande produção para o Vale a Pena Ver De Novo

Nem sempre as novelas em cartaz na sessão Vale a Pena Ver De Novo, na Globo, fazem jus ao nome da sessão. Sucessos recentes, ainda frescos na memória do telespectador, voltam em menos de três anos do término de sua exibição original.

O último capítulo de Sete Pecados (exibida originalmente entre 2007 e 2008) foi ao ar na sexta, dia 07, encerrando como a pior audiência da sessão – em alguns capítulos chegou a registrar média de 9 pontos.

Para o novo cartaz, a emissora carioca tomou mais cuidado e trouxe de volta um dos sucessos do início da década. O Clone, de Glória Perez, volta ao ar quase dez anos depois.

A história de amor de Jade (Giovana Antonelli) e Lucas (Murilo Benício) garantiu à Globo bons índices de audiência em 2001 e teve uma boa repercussão de público e crítica. E parece já ter sortido efeito em sua volta. Segundo dados preliminares dessa segunda (10), O Clone registrou média de 16 pontos de audiência, com picos de 18. Sua antecessora, Sete Pecados, registrou 11, em seu primeiro capítulo.

A trama – Além da história de amor entre Jade e Lucas, o pano de fundo da novela era uma bem-sucedida experiência de clonagem humana. A questão da tolerância entre religiões e cultura de paz também foi retratada – parte da história se passava na cidade muçulmana Fez, no Marrocos.

O merchandising social – uma das marcas da autora – tratou com delicadeza a dependência química em famílias de elevada classe social.

Uma dose de humor era garantida nos núcleos suburbanos, ambientados no bairro de São Cristovão, no Rio de Janeiro. O pastel da Dona Jura (Solange Couto) o bordão “Né brinquedo, não!” que a personagem vivia repetindo, caíram nas graças do público.

Sucesso – Além do bordão da Dona Jura, outras expressões típicas dos personagens marroquinos ganharam vez nas ruas, como “Inshalá!” e “Vai arder no mármore do inferno”, esta repetida insistentemente pelo rabugento tio Abdul (Sebastião Vasconcellos).

As maquiagens e joias usadas por Jade viraram moda entre as mulheres.

Curiosidades – Durante a gravação da novela, atores como Stênio Garcia (tio Ali) e Débora Falabella (Mel) tiveram que ser afastados temporariamente por estarem com dengue. As falas de Ali passaram para outro personagem.  Já Mel, no auge de seu vício em drogas, foi interpretada por Cintia Falabella, irmã de Débora.

A novela estreou em 1º de outubro de 2001, menos de um mês após o ataque às torres gêmeas, nos Estados Unidos.

O Clone teve uma versão hispânica, numa co-produção entre a Globo e a emissora …,  gravada com outros atores e exibida nos Estados Unidos, levando o título de “El Clon”.

A última novela de Glória Perez reprisada no Vale a Pena Ver De Novo foi Barriga de Aluguel, em 1993.

Foto: Divulgação

Anúncios

Nuvem de tags